Harry Potter e a pedra filosofal, J. K. Rowling #HPantesdos30


18/03/2019
Unknown

A vida do menino Harry Potter não tem um pingo de magia. Ele vive com os tios e o primo, que não gostam nem um pouco dele. O quarto de Harry é, na verdade, um armário sob a escada, e ele nunca comemorou um aniversário sequer em onze anos.
Até que, um dia, Harry recebe uma carta misteriosa, entregue por uma coruja: um convite para estudar num lugar incrível chamado Escola de Magia e Bruxaria Hogwarts. Lá ele vai encontrar não só amigos, esportes praticados em vassouras voadoras e magia para todo lado, como também seu destino, que espera por ele desde que nasceu... Se ele sobreviver a tudo que esta descobrindo, é claro.

Sei que é difícil. Você vai ser discriminado e isso é muito duro. Mas vai se divertir a valer em Hogwarts. Eu me diverti; e ainda me divirto, para dizer a verdade.
Durante esse mês de Março resolvi enfim colocar mais um projeto em ação. Dessa vez a ideia é ler a série Harry Potter antes do meu aniversário em Maio. Já assisti todos os filmes mas em compensação há alguns anos atrás só cheguei até o terceiro livro. Sendo assim decidi enfim ler essa série por copmpleta. Dessa forma os livros 1, 2 e 3 coloquei para realizar a leitura esse mês, para o mês de Abril ficaram os livros 4 e 5 e em Maio finalizo o projeto com os livros 6 e 7. Para acompanhar todas postangens tanto aqui como no instagram @divagandopalavras só acompanhar pela #HPantesdos30 agora vamos a resenha do primeiro livro da série.

Harry Potter e a pedra filosofal é a construção e a introdução desse mundo mágico. Harry Potter é um garoto de 10 anos que mora com seus tios os Dursley e o seu primo Duda. Seus tios válter e Petúnia sempre deixaram claro para todos que não gostam de Harry assim como seu primo mimado e insuportável Duda. Harry não tem direito nenhum dentro daquela família, seus tios dizem que Harry tem que ser grato afinal depois que seus pais morreram em um acidente de carro eles "alimentam e craim Harry" mas no seu aniversário de onze anos Harry recebe um carta misteriosa e a partir daquele momento toda sua vida muda.

O pequeno Harry para desgoto do seus tios trouxas (trouxas = pessoas que não são bruxos) é na verdade um bruxo assim como foram seus pais, é está sendo convocado para Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, sendo assim J. K. Rowling cria e nos apresenta um mundo fantástico com seus personagens que serão lembrados por todos, suas criaturas, seus feitiços e muitos elementos vão sendo nos apresentados para compor esse mundo. Apenas a criação desse mundo no primeiro livro já seria incrível mas desde o príncipio Harry e então seus melhores amigos Rony e Hermione já são inseridos em uma aventura que coloca todos do castelo em perigo. Quando era apenas um bebê Harry foi o único sobrevivente ao ataque do Lorde das trevas Voldemort, ganhando sua marca uma cicatriz em formato de raio na testa, o bruxo das trevas que nunca deverá ser nomeado será o grande vilão e inimigo dessa história e desde o princípo Harry Potter terá que lutar contra ele para sobreviver.
Mas, daquele momento em diante, Hermione Granger tornou-se amiga dos dois.
Ao fazer a leitura desse livro é nítido porque J. K Rowling conseguiu um dos maiores feitos na literatura, é impossível não querer torna-se parte desse mundo. Hogwarts assim como para Potter torna-se nosso lar também.
Eu! Livros! E inteligência! Há coisas mais importantes, amizade e bravura e, ah, Harry, tenha cuidado!
É uma história muito bem elaborada, cheia de personagens incríveis e vai muito além de uma história infanto-juvenil, esse mundo é cheio de ensinamentos, é comovente acompanhar as amizade criadas, a lealdade desses personagens, a coragem, enfim acho que nunca é tarde demais para se deixar levar pela magia e encantamento dessa saga. Assim que terminei essa leitura mais uma vez assisti ao filme é posso dizer que mesmo com algumas modificações o filme é muito fiel ao livro, e na minha opinião um complementa o outro, é impossível ler essa história sem viasualizar o rosto dos atores do filmes. Enfim caso ainda nçao leu essa série leia e não seja mais um trouxa.
Não faz bem viver sonhando e se esquecer de viver, lembre-se.
Observações sobre autora/livro:

A escritora britânica Joanne Kathleen Rowling nasceu na cidade de Yate, nas proximidades de Bristol, na Inglaterra, em 31 de julho de 1965. Ela se tornaria célebre pela criação do bruxinho Harry Potter, que lhe renderia sete volumes de uma série premiada e aceita quase unanimemente pela crítica e pelo público.
Desde cedo a autora cultivava o gosto da leitura, e vários escritores despertaram na menina o desejo de ser uma escritora. Durante a infância ela nutria um amor incondicional por seus avós paternos, seus prediletos. Sua avó, Kathleen Ada Bulgen Rowling faleceu quando a garota tinha apenas 9 anos. Em sua homenagem, Joanne adota seu nome, representado pela letra ‘K’, para completar seu nome artístico – J.K. Rowling.
Atendendo aos apelos de seus genitores, a criadora de Harry Potter cursou Língua e Literatura Francesa na Universidade de Exeter, ao invés do curso de língua inglesa que pretendia fazer. Após sua graduação, ela deu sequência à formação na capital francesa, aí permanecendo durante um ano. Voltando à Inglaterra, começou a trabalhar na Anistia Internacional em Londres, como secretária bilingue e investigadora. Ansiando por concretizar seu sonho de escrever, deixou o cargo e foi para Portugal no ano de 1991.
Neste país ela dava aulas de Inglês à tarde e à noite e, pela manhã, costumava escrever nas mesas dos cafés do Porto, cidade em que permaneceu por cinco anos. Neste ritmo ela deu início a sua trajetória literária, mais especificamente à criação de sua saga. Ela preservaria a rotina de escrever nos bares, mas seu livro, o primeiro Harry Potter, só foi concluído depois que ela se divorciou do marido, o português Jorge Arantes, e seguiu com sua primogênita para Edimburgo, na Escócia.
Foi uma longa jornada até que Harry Potter e a Pedra Filosofal fosse aceito pelo mercado editorial. A autora teve que realizar um ‘tour’ por diversas editoras, e em 1994 experimentou a miséria e um estado depressivo, até a Bloomsbury decidir lançar sua primeira obra como mais uma na galeria da literatura infantil. Quando enfim ele foi publicado, em junho de 1997, Joanne ministrava aulas de francês. O sucesso foi instantâneo, vieram os primeiros prêmios no campo dos livros para crianças. Ela conquistou até mesmo a premiação de Livro Infantil do Ano, concedido pelo British Book Awards.
Ao negociar seus direitos como autora para os Estados Unidos, por cento e cinco mil dólares, valor inigualável para uma escritora em início de carreira, ela pode deixar as aulas e se devotar integralmente ao restante da saga Harry Potter. Sua obra prosseguiu a trajetória ascendente, mantendo-se sempre nos primeiros lugares entre os livros mais vendidos, tanto na categoria infantil, quanto na adulta.
Os fãs cresceram a cada volume, especialmente quando a saga foi convertida para as telas dos cinemas, em 2001, ampliando ainda mais as vendas dos livros. A ansiedade dos leitores era tanta, que Rowling teve que ceder as suas pressões e antecipar o lançamento do segundo volume, Harry Potter e a Câmara Secreta, de setembro para junho de 1999.
A terceira parte, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkabam, publicada neste mesmo ano, em setembro, conquistou ainda mais prêmios e um sucesso ainda maior. Em 2000 Rowling publicou Harry Potter e o Cálice de Fogo e negociou seus direitos literários com uma famosa empresa cinematográfica, cedendo assim os primeiros volumes para lançamento nos cinemas.
Depois vieram Harry Potter e a Ordem da Fênix, em 2003, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, em 2005, e Harry Potter e as Relíquias da Morte, em 2007. Hoje ela é a escritora mais rica e poderosa do Planeta, e pode assim converter sua fortuna no auxílio à luta contra enfermidades, a desigualdade e a miséria do mundo. Sua obra já foi traduzida para sessenta e quatro idiomas, e a revista Forbes a considerou, em 2004, a primeira criadora literária a conquistar bilhões de dólares com esta atividade.
Em 2001 ela se casou novamente, com o anestesista Neil Michael Murray, com quem teve dois filhos, David e Mackenzie, além de Jessica, do primeiro matrimônio. Em fevereiro de 2009, ela obteve das mãos de Nicolas Sarkozy, presidente francês, a divisa de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra.

Recepção no Brasil
O livro, no Brasil, foi lançado pela Editora Rocco em 1 de janeiro de 2000.Fora publicado como Harry Potter e a Pedra Filosofal, igualmente em Portugal. A Pedra Filosofal recebeu uma avaliação de 4.5 de 5 por 87 744 avaliações no Skoob.
Pedro Bandeira fez um comentário positivo do livro para a revista Veja em 2014: "O livro merece o sucesso mundial que obteve. Não será diferente no Brasil. Nós, autores brasileiros de literatura para jovens, devemos dar a mão à palmatória: a senhora Rowling conhece o caminho das pedras. Classificação 5/5

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Oi Aline!
    Eu tbm só fui ler os livros vem mais tarde! Acho JK uma escritora extremamente talentosa!
    Gostei de ver esse comentário do Pedro Bandeira sobre o livro!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie!!

    Também estou nessa saga de ler a série Harry Potter e estou amando demais. Estou no terceiro livro no momento, e não vejo a hora de completar as leituras.
    Esse livro é realmente, como você disse, aquele livro que nos faz querer viver nesse mundo criado pela autora. Ao nos apresentar para um universo tão diferente, mas dando tantos detalhes ela realmente conseguir nos transportar para essa outra realidade.

    Bjuuus
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
  3. Boa noite,

    A série inteira está aqui na lista de espera acredita, espero esse ano poder inicia a leitura...ótima resenha...bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir