É assim que acaba, Colleen Hoover


21/02/2019
Aline Nascimento

Um romance sobre a força necessária para fazer as escolhas corretas nas situações mais difíceis. Da autora das séries Slammed e Hopeless.

Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

É assim que acaba foi um dos melhores livros que fiz a leitura no ano de 2018. Dificilmente não sou arrebatada pelos livros da Colleen Hoover, nesse livro ela consegue mexer fortemente com meus sentimentos, mas foi no final do livro na nota da autora que esse livro me arrancou lágrimas.

Percebi que deve ter sido porque ela é assim varre para baixo do tapete tudo o que a magoa, e nunca mais toca no assunto.

Violência doméstica é o tema principal dessa história, Colleen não romanciou, não camuflou esse tema. Ela nos apresenta uma história dolorosa, porém real. É impossível não nos pegar torcendo para o que está sendo mostrado durante essa narrativa seja uma mentira, um engano. Talvez é assim que muitas mulheres que sofrem violência enxergam, querem acreditar que foi um engano, apenas uma vez, um descuido e que esse ato violento nunca mais irá acontecer.

Fiz essa leitura no começo do ano passado, porém como já mencionei por aqui é muito difícil falar de um livro que lhe envolveu tanto, falta palavras para explicar como essa história é necessária. Leia esse livro envolva-se na vida desses personagens assim como eu fui envolvida.

- No futuro... se por algum milagre você achar que é capaz de se apaixonar de novo... se apaixone por mim. - Ele encosta os lábios em minha testa. - Você ainda é minha pessoa preferida, Lily. E sempre será.
Observações sobre autora/livro:

Colleen Hoover nasceu 11 de dezembro de 1979, em Sulphur Springs, Texas. Ela cresceu em Saltillo, Texas, e formou-se a partir de Saltillo High School, em 1998. Em 2000, ela se casou com Heath Hoover, com quem ela já tem três filhos e um porco chamado Sailor. Colleen se formou na Texas A&M University-Commerce com uma licenciatura em Serviço Social. Ela trabalhou com vários projetos de ação social e de ensino, até começar sua carreira como escritora. É assim que acaba foi publicado pela Galera Record em 2018 com 366 páginas. Classificação: 5/5

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Oi Aline, td bem?
    Ainda não li esse da CoHo, mas quero muito! E essa temática tem me rendido ótimas leituras ultimamente!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie!

    Ainda não li nenhum da autora, embora morra de vontade de ler, porque sempre leio resenhas muito boas sobre os livros, sempre ressaltando o quão impactantes eles são.

    Bjinhos ♥
    Início de Conversa

    ResponderExcluir