O sobrinho do mago (Projeto Nárnia #1), C. S Lewis


12/09/2018
Aline Nascimento

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas  entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é 'O leão, a feiticeira e o guarda-roupa', escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí. Seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como 'As crônicas de Nárnia'. Nos últimos cinqüenta anos, 'As crônicas de Nárnia' transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações. Esta edição apresenta todas as sete crônicas integralmente, num único volume. Os livros são apresentados de acordo com a ordem de preferência de Lewis, cada capítulo com uma ilustração do artista original, Pauline Baynes. Enganosamente simples e direta, 'As crônicas de Nárnia' continuam cativando os leitores com aventuras, personagens e fatos que falam a pessoas de todas as idades.

No começo do mês de Julho a Duda Menezes do canal Book Addict fez um vídeo convidando para realizarmos uma leitura conjunta do livro As Crônicas de Nárnia do autor C. S Lewis, quando assisti o vídeo fiquei muito interessada em realizar a leitura; não tinha o livro porém tinha créditos no skoob então acabei solicitando o livro.
Enfim a proposta é realizar a leitura em ordem cronológica até o final desse ano, essa mesma ordem foi mantida na publicação do livro pela editora Martins Fontes, abaixo deixarei o cronograma proposto pela Duda e as datas em que ela publicará os vídeos com os comentários de cada livro.

Cronograma do projeto ↓ 
Julho 🔸 O sobrinho do mago (vídeo - 10/08) 
Agosto 🔸 O leão, a feiticeira e o guarda-roupa (vídeo - 07/09) 
Setembro 🔸 O cavalo e seu menino (vídeo - 12/10) 
Outubro 🔸 Príncipe Caspian (vídeo - 09/11) 🔸 A viagem do peregrino da alvorada (vídeo - 09/11) 
Novembro 🔸 A cadeira de prata (vídeo - 07/12) 
Dezembro 🔸 A última batalha (vídeo - 11/01)

No primeiro livro das crônicas "O sobrinho do mago" conhecemos duas crianças vizinhas Digory e Polly, ao tentarem chegar em uma casa abandonada acabam dentro do quarto do tio André (tio de Digory), aonde Digory nunca entrou, afinal sua tia Letícia nunca permitiu que ele entrasse naquela parte da casa.

Tio André aproveita que as duas crianças estão em seu poder e faz com que Polly toque um anel mágico para testar suas suposições, ele acredita que existe um mundo paralelo, ele utiliza as crianças afinal ele mesmo nunca teve coragem de testar suas suposições; Digory vendo Polly desaparecer magicamente da sua frente resolve partir em busca de Polly.

Juntos eles descobrem que as teorias de tio André estavam certas, existe sim mundos paralelos, e é possível ir e voltar para esses mundos através de magias. Em um dos mundos Digory acaba despertando a rainha Jadis que na verdade é uma feiticeira que há muito tempo atrás destruiu seu mundo.

Em uma dessas "viagens" Digory, Polly e a Feiticeira acabam indo parar em um lugar diferente, nesse momento somos apresentado a Aslam o leão, nesse ápice acompanhamos a criação de Nárnia, Aslam através de uma canção traz vida para esse lugar. Na minha opinião é uma das passagens mais linda desse livro.

Assim começa as verdadeiras aventuras de Digory e Polly para proteger esse lugar, ele se monstra um garoto leal e bondoso, Polly é uma menina corajosa e inteligente.

É inevitável não reconhecer as referências bíblicas nas entrelinhas dessa história. A criação de Nárnia podemos comparar com o livro Gênesis da Bíblia, o próprio Aslam é reconhecido por muitos pela representação de Deus na história, as crianças são chamadas de filhos de Adão e Eva, Digory terá que passar pela tentação de um fruto proibido entre outras referências; C. S. Lewis era cristão e essas referências não estão em vão nessa história.

Fiquei encantada com essa história; As crônicas de Nárnia é um livro que foi escrito para crianças mas que não deixa nada desejar para um adulto. Essa fantasia possue uma linguagem simples e encantadora, é uma história envolvente e cheia de ensinamentos. Feliz em ter As crônicas de Nárnia no meu histórico de leitura, é um livro que quero ter a oportunidade de ler algum dia para Isabela.

Observações sobre o autor/livro:

Clive Staples Lewis nasceu na Irlanda, em 1898. Em 1954, tornou-se professor de Literatura Medieval e Renascentista em Cambridge. Foi ateu durante muitos anos e se converteu em 1929. Essa experiência o ajudou a entender não somente a indiferença como também a indisposição de aceitar a religião. Suas obras são conhecidas por milhões de pessoas no mundo inteiro. A abolição do homem, Cartas de um diabo a seu aprendiz, Cristianismo puro e simples e Os quatro amores são apenas alguns de seus bestsellers. Escreveu também livros de ficção científica, de crítica literária e para crianças. Entre estes estão As Crônicas de Nárnia, sucesso mundial absoluto. C. S. Lewis morreu em 1963, em sua casa em Oxford. As Crônicas de Nárnia foram escritos entre 1949 e 1954, tendo sido publicados originalmente no Reino Unido pela editora HarperCollins entre 1950 e 1956. No Brasil atualmente o livro é publicado pela Martins Fontes em um volume único. Classificação: 5/5

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Olá, Aline.
    Eu já li e já reli esse livro. É maravilhoso. E claro que pelo autor ser evangélico tem muito da história bíblica nele, o que a meu ver não atrapalha em nada. É uma pena que quando fizeram os filmes ignoraram esse que foi o inicio de tudo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Já assisti os filmes e simplesmente adorei. Nunca me canso de vê-los. Não li os livros, nem sequer os comprei, mas acredito que sejam mais explícitos que os filmes. Não sabia desse projeto, parece-me ser muito interessante. Beijinhos.

    www.dezoito.pt

    ResponderExcluir