Elevador 16, Rodrigo de Oliveira


04/06/2018
Brubs.

Estamos em 2017.
Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que passaria a uma distância segura. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer...
Mas não podiam estar mais enganados.
No dia em que o planeta estaria mais visível, enquanto todo mundo se preparava para observar o fenômeno a olho nu, um grupo seguia para um compromisso chato: trabalhar num sábado na empresa de processamento de dados, pois estavam com muitos projetos atrasados.
Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador... mas ele pára entre dois andares. As comunicações não funcionam, nem alarmes, nem celulares, ninguém aparece para ajudar. E eles não sabem que, em todo o mundo, algo muito estranho aconteceu. Em poucos segundos, 10 pessoas caem num surto coletivo, como que desmaiadas. Entre o desespero, tentativas de busca por ajuda, um deles começa a abrir os olhos, mas eram olhos vazios, olhos do mal...
Este livro conta uma história que ocorre no exato momento em que o nosso mundo se transforma. Traz personagens que vivem o intenso evento cósmico que mudaria a Terra para sempre.

Faz um tempinho que li esse conto, eu baixei gratuitamente na Amazon eu jurava que era um livro completo, mas é um conto da série Crônicas dos Mortos, no qual já li o primeiro livro e em breve trago resenha aqui.

Esse conto é uma leitura bem corrida, mas que nos prende muito, traz uma adrenalina daquelas, foi um livro que li muito rápido, por ser bem curtinho ajudou bastante. A escrita do autor é muito boa, nós faz entrar de cabeça na história. Essa foi a primeira leitura com zumbi que li e sim amei, fiquei apreensiva em vários momentos, ou seja, foi 5 estrelas, a única ressalva foi que por ser um conto da série, deixou ponta solta, fazendo eu ficar com a pulga atrás da orelha,  mas isso fez com que eu tivesse mais  vontade de ler a série; creio que essa foi a ideia do autor...

Porém, não vou me estender muito, somente indico o mesmo, mas leia antes de começar a série.

Observações sobre o autor/livro:

Rodrigo de Oliveira, nasceu em 1976 em São Paulo, capital. Reside em São José dos Campos, interior de São Paulo. É casado e tem dois filhos. Técnico em publicidade e propaganda, cursou Publicidade na Universidade Metodista e é graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela Universidade Paulista. 
Além de escritor também atua como Arquiteto de Sistemas Sênior em São Paulo e é certificado especialista em gerenciamento de projetos pelo Project Management Institute sediado na Filadélfia/Pensilvânia. "O Vale dos Mortos" obra de estréia de Rodrigo de Oliveira. foi publicado pela Faro Editorial em 2014,

Comentários via Facebook

5 comentários:

  1. Nossa adoro leituras com adrenalina, essa premissa parece ser muito empolgante. Ah, adorei saber mais sobre o Rodrigo.

    Ótimo post!

    Beijos

    Beto

    www.coisastriviais.com

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bem?
    Infelizmente, não é muito meu estilo de leitura preferida, mas adorei sua resenha
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  3. Eu simplesmente não consigo gostar de zumbis, se fosse sobre espíritos quem sabe :P

    http://araposinha.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Brubs!
    Eu curto histórias de zumbis, vou tentar ler essa!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi Brubs, tudo bem?
    Eita, só de ler o plot eu já fiquei agoniada.
    Além da claustrofobia do elevador, deve ser tenso ver a galera acordando como zumbi!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir