Belinda & Em, Cammie McGovern


07/01/2018
Brubs.

Autora de “Amy & Matthew”, Cammie McGovern volta às livrarias contando a história de uma outra dupla desta vez. Emily sempre se orgulhou da sua capacidade de enxergar além das aparências. Copresidente da Coalizão para Ação Jovem da escola, é a primeira a defender os direitos das minorias. Mas, secretamente, Emily ainda é um pouquinho fascinada pelos populares da escola. E nutre um leve rancor quanto a sua inexistente vida amorosa. É justamente enquanto pensa nisso que a garota testemunha uma colega de classe com necessidades especiais, Belinda, ser atacada embaixo das arquibancadas da escola. E não faz nada. Emily e Lucas, outra testemunha passiva do ataque, são obrigados a prestar serviço comunitário em um centro de pessoas como Belinda. Logo os jovens começam a sentir que podem fazer uma diferença real.

Livro cedido em parceria pela editora Galera Record

Como vocês já sabem, as sinopses ultimamente são auto explicativas, então em todas minhas resenhas vou me apegar ao que senti e achei do livro. Ok?!

Belinda & Em foi um livro que me chamou bastante atenção com sua sinopse e por alguns comentários que observei nas redes sociais. Ele traz em sua história uma personagem que é “deficiente” aparentemente demonstra ter algum tipo de “autismo” ou algo parecido, essa personagem é Belinda, existem outros personagens assim na história que faz o livro ser tão fofo.
 
É um livro que vem nos ensinar uma grande lição, além de mostrar que pessoas com deficiências são pessoas “normais”; mostra o quanto elas são fortes.
Também apresenta aquela famosa divisão nas escolas, populares de um lado e nerds do outro e ambos não podendo se misturar, mas nesse livro em questão mostrou que isso pode acontecer e até que nessa "mistura" pode nascer uma enorme amizade e um lindo romance.

Eu particularmente gosto de livros juvenis que falam sobre isso, pois eu amo a forma com que os autores trabalham o mesmo, como eles conseguem por muitas vezes demonstrar o que realmente se passa na cabeça dos jovens, é uma idade de dúvidas, cada um encontrando sua personalidade e esse livro em questão mostra muito bem isso, principalmente pelo personagem Lucas, pois ele faz parte do grupo dos populares é jogador de futebol e o mesmo acaba questionando se o mundo em que ele vive tem a ver com ele.

Mas o que me ganhou mesmo foi a força de Belinda de querer ganhar o mundo, o medo de decepcionar sua Vó e sua mãe, a forma como que a autora conseguiu demonstrar os pensamentos de Belinda foi tão verdadeiro que às vezes me senti dentro da história, por vezes queria poder abraçar Belinda e tentar ajudá-la de alguma forma.

Mesmo eu falando tão bem do livro, confesso, que a leitura demorou um pouco para fluir, achei muito arrastada, muita descrição e pouca ação, a história deu um Up mesmo do meio para o final e por isso retirei algumas estrelas deixando a história com três estrelas, mas peço que quem puder ler o livro, dê uma chance não vão se arrepender.

Obsevarções sobre o autor/livro:


Cammie McGovern foi premiada com uma bolsa de estudos na Stanford University e tem recebido numerosos prêmios por sua criatividade e habilidade em curta ficção. Suas histórias têm aparecido em várias revistas e jornais, e ela é autora de outros romances, como The Art of Seeing. Ela vive em Amherst, Massachusetts, com seu marido e seus três filhos, o mais velho é autista. Ela é uma das fundadoras do Whole Children, um centro de recursos que oferece aulas extra-escolares e programas para crianças com necessidades especiais. Belinda & Em foi publicado no Brasil em 2017 pela Galera record com um total de 400 páginas. Classificação: 3/5.

Comentários via Facebook

18 comentários:

  1. Oi! Essa capa é linda demais, me lembra eleanor e Park rsrs. A trama é bem juvenil, mas com mensagens positivas. Vou querer ler, dica anotada! Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  2. Heiii, tudo bem?
    O que mais gosto dos livros da Cammie McGovern sao as capas, todas mto fofas, um amor!
    Ainda nao li nenhum livro da autora, mas gostei do que falou desse livro, sou como vc, tb gosto de livros jovens.
    Uma pena que esse enrola um pouco no inicio, mas que bom que o final foi satisfatorio.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Também gosto de livros juvenis, ainda mais quando aborda temas importantes, como é o caso da vida de Belinda e claro que por toda reflexão que leituras assim nos traz. Apesar de não curtir leituras que se arrastem eu adoraria ler esse, acredito que no todo ele valeria a pena. Ótima dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiee Brubs ^^
    A premissa desse livro foi o que me conquistou de primeira, e apesar de eu ter gostado da história, achei que podia ter sido melhor desenvolvida, assim como os personagens. Me fez refletir e foi muito válida, mas não me marcou tanto quanto eu achei que faria.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/a-vida-sexual-das-gemeas-siamesas.html

    ResponderExcluir
  5. Eu achei esse livro sensacional, Belinda é uma jovem forte e que mostra que pessoas especiais não devem ser vistas como lerdas ou infantilizadas, ela é esperta, sabe muito bem das coisas e é uma ótima atriz. O romance entre Lucas e Em eu achei muito fofo;

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Já li BELINDA & EM e gostei bastante! A escrita da autora é extremamente doce e fluída e nos faz refletir bastante... Achei super válida a mensagem passada e muito tocante também <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Já li BELINDA & EM e gostei bastante! A escrita da autora é extremamente doce e fluída e nos faz refletir bastante... Achei super válida a mensagem passada e muito tocante também <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Que bom que você curtiu apesar do probleminha com o começo. Eu confesso que nem conhecia o livro, deve ter passado direto por mim na época do lançamento. Eu não curto muito livros juvenis, por isso eu dificilmente leria, mas acho ótimo quando os livros do gênero trazem alguma mensagem para o leitor.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Eu acho super válido e gratificante esse tipo de livros, que apesar de serem mais voltados para jovens, aborda temas que são necessários e traz uma lição linda em cima disso.
    Tudo aquilo que nos acrescenta é realmente muito gratificante.
    Fico muito feliz que gostou da leitura, e parabéns pela sua resenha <3

    ResponderExcluir
  10. Olá, gostei muito de conferir suas considerações sobre o livro; pelo que disse na resenha, mesmo tendo tirado algumas estrelinhas, ainda fez nascer em mim a vontade de ler esse livro e conhecer de perto esse personagens.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Estou de olho nesse livro desde que vi resenhas anteriores. Acho que a escrita e a proposta ser mais juvenil e com temas de fácil compreensão são um convite para a leitura.
    Espero que a narrativa mais lenta do início não seja um problema.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Acho extremamente pertinente o desenvolvimento de personagens com necessidades especiais em mais histórias, não apenas para representá-los, mas para ensinar os outros que todos somos iguais e a diferença é a soma das qualidades.
    Adorei o enredo e quero muito ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, mas não dispenso um enredo com ensinamentos...só não gostei de saber que a leitura demora a fluir, tenho grande dificuldade com histórias arrastadas.

    ResponderExcluir
  14. Oiu, Brubs!
    Gostei da trama do livro, fiquei com o coração partido ao saber que a personagem especial foi vítima de um ataque. Com certeza darei uma chance a essa história, já está na minha lista.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Eu também gosto de livros juvenis, ainda mais quando trazem personagens com características que não vemos rotineiramente. A representatividade é importante e, além disso, podemos entender um pouco mais sobre o assunto quando lemos sobre ele.
    É uma pena que a leitura demorou pra fluir, pois, normamente, os livros dos gêneros conseguem ler leves e nos prender rapidamente. É decepcionante que a autora tenha optado por uma narrativa descritiva e arrastada, pois isso acaba desestimulando os leitores. Porém, como ela conseguiu criar uma boa personagem (Belinda), que consegue, inclusive, nos fazer querer entrar dentro da sua história, aumentou a minha vontade de dar uma chance para a obra.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Olá! Há tempos estou de olho neste livro, mas nunca tinha parado para ler uma resenha a respeito dele, apesar de a leitura não ter fluído para você e isso me deixar com medo de acontecer comigo também pelo excesso de descrição creio que futuramente darei uma chance à ele sim, pois somente pela temática já realmente parece valer a pena, né?! Enfim, adorei conferir as suas impressões a respeito desta leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oie,a um tempo eu não leio nada juvenil, gosto muito de livros assim,ainda mais quando ele não se resume apenas em romance e foca em algum tema importante,nesse caso o autismo, se tiver a oportunidade de ler,com certeza irei,bjs

    ResponderExcluir