Metamorfose literária


07/08/2017
Aline Nascimento


Essa postagem não estava programada, hoje era para entrar resenha de um livro, porém precisava expor alguns pensamentos, como alguns de vocês sabem meu contato com a literatura foi depois de jovem, infelizmente meus pais, meus familiares, e as escolas por onde passei não tinha o hábito e incentivo a leitura, dessa forma cresci acreditando que os livros era apenas algo didático, técnico nada mais do que isso. O primeiro livro que li inteiro foi em 2007/2008 indicado e emprestado por uma colega de trabalho, era um livro espirita, lembro que demorei bastante para ler mas no fim acabei gostando, naquele momento compreendi que os livros nos transportavam para outras dimensões, mas foi através do livro A cabana (não lembro o ano que li) que peguei o gosto pelos livros, lembro que na época não entendia muito bem como funcionava, o que era clássico, contemporâneo, livros jovens ou adultos, eu comprava livro conforme a promoção, ou seja, dependendo do valor que ele estava no site do submarino e das americanas que geralmente era R$ 9,90 rs. 

Levei algum tempo para entender que eu não poderia sair comprando qualquer livro apenas pelo preço, afinal minha pequena "estante" estava "cheia" de livros que eu não tinha vontade de ler, consegui da um passo a frente e compreender que eu tinha que escolher meus livros conforme meu perfil e adquirir livros que realmente eu estava com vontade de ler, mesmo que na maioria da vezes eles fossem bem mais caros.

Nesse momento compreendi que eu gostava de ler Dan Brown e não gostava tanto assim do livros do Augusto Cury; fui descobrindo-me como leitora e com o passar do tempo os blog e canais literários me ajudaram encontrar meu "perfil literário".

Em 2012 criei o Paixão por Livros meu primeiro blog, naquele espaço dividia minhas "experiências" com os livros que me preenchiam na época. Devido esse primeiro blog também conheci amigos virtuais que levo até hoje, obrigada! Porém devido falta de tempo acabei encerrando as atividades naquele blog. 

Mesmo tendo uma vida corrida eu sentia muita falta da blogosfera, em 2016 criei o Divagando Palavras e desde o ano passado venho trazendo resenhas, projetos e afins para vocês, estou muito feliz e contente por conseguir manter esse pequeno espaço, que já me presentou de diversas formas.

Mas enfim depois de todo esse blablablá chegamos ao real motivo de post, no começo de 2017 fiz algumas metas, que apresentei para vocês (nesta postagem); há uns 15 dias atrás fui conferir como estava meu andamento afinal o fim do ano já está chegando, e uma das minhas metas que era ler APENAS 3 livros clássicos durante esse ano não tinha sido concluída, ou seja, não tinha lido nenhum livro clássico ainda, apesar de outras metas também não ter sido alcançada essa foi a que mais me incomodou, sendo assim peguei Dom Casmurro para ler e posso dizer que me deliciei com a história, os diálogos, a narrativa, a construção incrível dos personagens e fiquei me perguntando afinal por que eu não insiro mais clássicos nas minhas leituras, o ano passado estava lendo Os miseráveis e estava AMANDO e não sei por qual motivo simplesmente parei a leitura, acho que temos que aproveitar o momento e nesse momento eu realmente estou com muita vontade de passear pelos século XVIII e XIX, abrir caminhos para as escritas de Jorge Amado, Guimarães Rosa, Victor Hugo e talvez por que não Dostoiévski, não quero que essas leituras sejam uma meta, uma obrigação; o que estou dizendo e que no momento estou sim com vontade de realizar e incluir essas leituras no meu dia a dia. Aline então o perfil do DP vai mudar? Não gente, continuo lendo lançamentos, juvenis e afins, só estou dizendo que temos que nos permitir que essa metamorfose literária aconteça; e sinto que nesse momento com um pouco mais de bagagem literária estou mais preparada para introduzir livros que há cinco anos atrás eu tenho certeza que não leria, enfim estava com muita vontade de conversar com vocês sobre esse assunto, quero muito a opinião de vocês, deixem comentários ou quem sabe indicações para que eu possa aos poucos me introduzir no mundo dos clássicos. Se leu até aqui agradeço de coração afinal tenho certeza que não foi um texto "reflexão" curta, meu muito obrigada! Beijos

Comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Oi Aline!
    Gostei de conhecer sua história com os livros!
    E muito legal você querer ler os clássicos. Leia o que VOCÊ quer ler, não importa se é lançamento ou não. ;)

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil.
      Muito obrigada pelo incentivo, beijos!

      Excluir
  2. Oiii

    Leia de tudo e o mais importante o que você goste

    http://phalto.blogspot.com.br/

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Patroa façoa de suas palavras as minhas, com o tempo vamos amadurecendo nosso gosto literário, eu falo que por vezes tentei ler Lolita mas sempre abandonei, e acho que a hora de ler ele esta finalmente chegando, eu tento dar espaço para leituras mais complexas mas sinto que não estou preparada ainda... Leia aquilo que vc goste e não por obrigação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bru pura verdade, também acredito que temos nosso tempo, temos que nos sentir preparados para "certas" leituras, afinal leitura tem que ser algo prazeroso e não desgastante.
      Beijos

      Excluir