O nome do vento em 2017 [Desenvolvimento da leitura I]


25/07/2017
Aline Nascimento

Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.
Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelado, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 
Nesta envolvente narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Como sempre demorei uma década para trazer a segunda parte desse livro, porém estou feliz apesar de está demorando para concluir e trazer postagens para vocês dessa leitura aos poucos ela está se desenrolando...

Na primeiras impressões contei um pouco sobre o início dessa história, já nessa segunda parte desse projeto vou falar mais sobre o desenvolvimento da leitura das páginas 166 à 325; no presente Kote continua narrando sua história, sua vida para o cronista na taberna. No passado ficamos sabendo que após o incidente com sua trupe e familiares Kote se encontra sem nenhum recurso, ele agora é um garoto de rua, passando muito sufoco para sobreviver dia após dia, mas apesar das muitas dificuldades ele nunca desistiu do seu sonho entrar na faculdade e se encontrar novamente com a magia.

Não se preocupem apesar de está na metade do livro tudo mencionado acima não é spoiler, o livro é cheio de acontecimentos, personagens, magia, elementos fantásticos, histórias paralelas e muito mais. Tenho que deixar claro que é um livro muito descritivo, muito mesmo, confesso que eu tenho certa dificuldade com livro assim, porém O nome do vento é uma história tão incrível, única, um mundo tão completo que isso não está atrapalhando minha leitura.

Agora que já liberei essa postagem para vocês pretendo dar continuidade e quando chegar na página 495 volto para fazer o desenvolvimento da leitura parte II para vocês. #ONomedoVentoem2017

Comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Olá, Aline.
    Eu li esse livro tem um tempinho já. E lembro que na época nem fiz resenha porque achei a história tão grande que não consegui colocar em palavras e expressar tudo o que senti lendo ela. Achei que por mais que eu falasse não ia fazer jus ao livro. O segundo é ainda melhor. Pena que o autor nunca termina a trilogia hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino Sil, por isso resolvi dividir em quatro partes, é uma história bem desenvolvida e bem complexa rs...
      Muito bom saber que o segundo é melhor ainda isso anima, mas como vc tmb disse cade o terceiro hein rsrs, isso desanima...
      Beijos

      Excluir