Favoritos, Livros únicos


18/11/2016
Aline Nascimento

Nossas leituras assim como nossas estantes estão cada dia mais cheias de trilogias e séries, os autores e as editoras estão investindo cada vez mais nesse tipo de publicações, eu como leitora adoro principalmente quando a trama é envolvente, porém às vezes a única coisa que quero ler é um bom livro único, e vamos combinar que cada dia está mais difícil encontrar, dessa forma listei 5 livros que eu amei ler e são únicos. Caso vocês gostem dessa indicação depois posso voltar e fazer mais algumas indicações.


O menino dos fantoches de Varsóvia - Eva Weaver
O avô de Mika morreu no gueto de Varsóvia, e o menino herdou não apenas o seu grande casaco, mas também um tesouro cheio de segredos. Em um bolso meio escondido, ele encontra uma cabeça de papel machê, um retalho... o príncipe. E um teatro de marionetes seria uma maneira incrível de alegrar o primo que acabou de perder o pai, o menininho que está doente, os vizinhos que moram em um quartinho apertado.
Logo o gueto inteiro só fala do mestre das marionetes – até chegar o dia em que Mika é parado por um oficial alemão e empurrado para uma vida obscura.

Gosto muito de livros ambientados durante a segunda guerra mundial, é uma história frágil e tocante comecei ler sem pretensão porém conforme avançava na leitura o personagem me cativava e sensibilizava de uma forma, terminei o livro totalmente envolvida e emocionada.


Bela Maldade, Rebecca James
Após uma horrível tragédia que deixou sua família, antes perfeita, devastada, Katherine Patterson se muda para uma nova cidade e inicia uma nova vida em um tranquilo anonimato.
Mas seu plano de viver solitária e discretamente se torna difícil quando ela conhece a linda e sociável Alice Parrie. Incapaz de resistir à atenção que Alice lhe dedica, Katherine fica encantada com aquele entusiasmo contagiante, e logo as duas começam uma intensa amizade. No entanto, conviver com Alice é complicado. Quando Katherine passa a conhecê-la melhor, percebe que, embora possa ser encantadora, a amiga também tem um lado sombrio. E, por vezes, cruel. Ao se perguntar se Alice é realmente o tipo de pessoa que deseja ter por perto, Katherine descobre mais uma coisa sobre a amiga: Alice não gosta de ser rejeitada...

Comprei esse livro em uma Bienal e deixei ele por muito tempo na minha estante, deveria ter lido antes, é sensacional como os personagens se entrelaça, a autora consegue nos levar para dentro do drama, as reviravoltas com certeza são os pontos altos dessa narrativa.


Quarto - Emma Donoghue
Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.

O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Acho que o ponto principal desta história é o narrador, todo o drama é nos apresentado pelo olhar do pequeno Jack, apesar de ser um livro "pesado" o olhar leve e inocente de uma criança traz uma beleza pra essa narrativa, é o tipo de livro que mesmo após a leitura você passa dias relembrando e degustando o enredo. O livro já foi adaptado para o cinema.


Identidade Roubada - Chevy Stevens
Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas.

Nesse thriller psicológico a cada sessão de terapia de Annie somos apresentado ao pior ano de sua vida, a autora não nos poupa de cenas forte e dramáticas, e o pior de tudo é saber o real "motivo" pelo qual Annie foi submetida aquele ano de horror. É um livro surpreendente!


O diário de Anne Frank - Anne Frank
O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seus diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto. Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tronou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. 

Não-ficção. É sensacional acompanhar os dilemas de uma garota 12/13 anos judia, mesmo com pouca idade Anne nos mostra através do seu diário como era viver escondida em um sótão durante a Segunda Guerra Mundial, Anne com certeza estava acima da média, uma garota inteligente e astuta é impossível não se emocionar com seus relatos.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário