O Nome do Vento em 2017 [Primeiras Impressões]


19/04/2017
Aline Nascimento

Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.
Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelado, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 
Nesta envolvente narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Esse projeto #ONomedoVentoem2017 era para ter começado e terminado em Janeiro, porém consegui ler as primeiras 165 páginas dentro do cronograma (postagem aqui), porém como não fiz essa postagem contando minhas primeiras impressões acabei fugindo totalmente das datas e quase três meses depois estou aqui para fazer o primeiro relato. Após liberar essa primeira postagem espero conseguir dar continuidade nesse projeto e conseguir finalizar até Maio, ou seja, ainda terá mais três postagens conforme cronograma inicial porém dessa vez não vou colocar uma data.

Kote é proprietário de uma hospedaria, leva um vida comum e simples; porém um cronista que acaba de entrar em sua humilde estalagem acredita que Kote na verdade é Kvothe uma pessoa que é conhecida por suas habilidades, um lendário, o matador do rei. Kote no começo não aceita as perguntas do cronista, mas enfim decidi que é a hora de revelar a verdadeira história, o seu lado da história, mas tem uma condição o cronista terá que ter disponibilidade para três dias, pois esse será o tempo que Kvothe precisará para contar toda sua história.

E assim começa essa grande jornada, O Nome do Vento - A crônica do Matador do Rei que contém 651 páginas e apenas o primeiro dia. Em uma escrita poética vamos conhecendo os verdadeiros caminhos que Kvothe teve que percorrer. Assim ele começa contar tudo desde sua infância, como sua família era feliz, eles pertencia a uma trupe que levava alegria há varias cidades; como era sua relação com Abenthy (Ben) uma espécie de mentor, um arcanista que lhe trouxe ensinamentos para vida. Porém a vida de Kvothe muda quando sua trupe "esbarra" com os Chandrianos (demônios assassinos que utilizam uma chama azul para cometer o mal).

Assim como o cronista ficamos cada vez mais interessados no relatos de Kvothe, a narrativa vai se alternando entre o passado e o presente, confesso que as narrações do passado são as mais envolventes, em apenas um pouco mais de 100 páginas já conseguimos perceber a grandiosidade que é essa história, Patrick Rothfuss criou um mundo único, uma trama envolvente cheia de elementos fantásticos. Após escrever essa postagem percebo que preciso dar continuidade logo nesse projeto e trazer logo as próximas postagens.

Lançamentos de Abril 2017 [Galera Record]


17/04/2017
Aline Nascimento

Trouxe para vocês os lançamentos do mês de Abril da editora Galera Record, não são muitos lançamentos mas são livros bem desejados por nós leitores. Qual seu lançamento mais aguardado durante esse mês?


À primeira vista
David Levithan e Nina LaCour
294 páginas

Esqueça amor “à primeira vista”. Esta é uma história de amizade “à primeira vista”... ou quase Mark e Kate são da mesma turma de cálculo, mas nunca trocaram uma única palavra. Fora da escola, seus caminhos nunca se cruzaram... Até uma noite, em meio à semana do orgulho gay de São Francisco. Mark, apaixonado pelo melhor amigo — que pode ou não se sentir do mesmo jeito —, aceita o desafio que mudará sua vida. E sobe no balcão do bar em um concurso de dança um pouco diferente... Na plateia, Kate, fugindo da garota que ela ama a distância por meses e confusa por não se sentir mais em sintonia com as próprias amigas, se encanta pela coragem e entrega do rapaz. E decide: eles vão ser amigos. Em meio a festas exclusivas, fotógrafos famosos, exposições em galerias hypadas, essa ligação se torna cada vez mais forte. E Mark e Kate logo descobrem que, em muito pouco tempo, conhecem um ao outro melhor que qualquer pessoa. Uma história comovente sobre navegar as alegrias e tristezas do primeiro amor... uma verdade de cada vez.

O Vespeiro
Kenneth Oppel
240 páginas

O celebrado autor Kenneth Oppel cria uma obra-prima que explora a diversidade e as deficiências, os medos e os sonhos e o que realmente une uma família. 
Algumas crianças veem o verão como um tempo de alegria e brincadeiras. Mas para Steve é apenas mais um período de preocupação e ansiedade. Seu irmão recém-nascido está lutando pela vida... E ninguém sabe se ele conseguirá vencer essa batalha. Como seus pais ficarão se o pior acontecer? Além de tudo, ainda há um vespeiro no telhado de sua casa... Ele é alérgico! Quando uma vespa-rainha invade seus sonhos com uma solução para todos os problemas, Steve acha que tudo se resolverá, ele só precisa dizer sim. Mas sim é uma palavra muito poderosa... Será possível voltar atrás?


Império de Tempestades 
Tomo 1 - Trono de Vidro 5
Sarah J. Maas

Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito... Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.

Império de Tempestades 
Tomo 2 - Trono de Vidro 5
Sarah J. Maas

A história de Aelin Galathynius, sempre repleta de ação e intrigas, continua nesta segunda parte do quinto livro da série, Império de tempestades. Aelin Galathyius sobreviveu a prisão, à perda de amigos e amores, às traições. Agora deve vencer seu maior medo para salvar o mundo. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mais que nunca, Aelin precisa de Rowan, de Dorian e de todos os aliados para conseguir descobrir a localização da relíquia sagrada capaz de banir de seu mundo a ameaça valg e os horrores libertados em Morath. Chegou a hora de levantar os exércitos de Erilea. De cobrar velhas dívidas... é hora de marchar contra o mais supremo dos males. E confiar na pureza de seu coração para trazer a luz. 

Lola e o garoto da casa ao lado, Stephanie Perkins


11/04/2017
Brubs.

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias. 
Valorizam demais o que é perfeito. Perfeição é um tédio.
Cerejas representam o primeiro amor. Em outras palavras, esta caminho onde você está leva ao primeiro amor.
Sei que você não é perfeita, mas são as imperfeições de uma pessoa que a tornam perfeita para alguém.
Essa resenha foi postada no meu antigo blog, Livros de cabeceira, fiz uma nova edição para trazer novamente o que a leitura desse livro me trouxe. Brubs.

Quando a Novo Conceito divulgou a capa do livro, pensa em um amor à primeira vista. Sim, isso aconteceu comigo, coisa difícil de se acontecer vindo das capas da Novo Conceito... Mas com o cabelo de Lola na capa, como não se apaixonar?!

Na época era parceira da editora e assim que o livro chegou, já peguei para ler. E de cara já fui me apaixonando pelos personagens. Como não se apaixonar por Lola, Cricket e os pais gay de Lola????

Achei super legal os pais de Lola serem um casal de homossexual, sim Lola tem dois pais e achei isso muito curioso e criativo.

Lola e o garoto da casa ao lado nos mostra um romance cheio de humor, onde Lola namora com Max, um cara de 22 anos e integrante de uma banda de rock. Quando Lola acha que está tudo bem, Cricket, seu ex-vizinho, ou seja, o garoto da casa ao lado, volta a ser seu vizinho, Lola se vê em um caminho sem volta, porque sabe que com isso muitas coisas que estavam enterradas lá no passado voltarão com a corda toda, principalmente uma paixonite.

E para ajudar: Cricket é nerd, mais um nerd lindo, legal e fofo.

Muita coisa rola durante a leitura e só lendo para saber. Perkins está de parabéns com o livro, eu amei a escrita da autora, não a conhecia e esse foi o meu primeiro livro dela que li, ela é a autora de Ana e o beijo francês, no qual foi o primeiro a ser lançado. Porém eu comecei por esse, não importa a sequência, o que é legal mesmo e que os personagens dos livros são amigos, então as histórias se misturam. Em Lola os personagens são super bem feitos e cada qual em seu devido lugar. 

Em breve trago a resenha de Isla e o final feliz da mesma autora e que segue essa linha de amigos entre livros.

Observações sobre o autor/livro:

Stephanie Perkins sempre trabalhou com livros, primeiro como vendedora, depois como bibliotecária e agora como romancista. Adora café moca, contos de fadas, música alta, caminhadas na vizinhança, chá de jasmim e tirar sonecas à tarde. E beijar. Stephanie e seu marido moram nas montanhas do norte da Califórnia. Lola e o garoto da casa ao lado foi publicado no Brasil pela Editora Nova Conceito em 2012 com um total de 285 páginas. Classificação 4/5.

Treze temas abordados em 13 Reasons Why


05/04/2017
Aline Nascimento

A série 13 Reasons Why produzida pela Netflix baseada no livro Os 13 Porquês de Jay Asher teve sua estreia na última sexta-feira dia 31 de março de 2017, comecei assistir no sábado e ontem (terça-feira) assisti o décimo terceiro episódio (último episódio da primeira temporada), uma série teen dramática com suspense totalmente necessária. Com certeza uma das melhores séries que já tive oportunidade de acompanhar, qualquer pessoa de qualquer faixa etária terá oportunidade de apreender com 13 Reasons Why. É uma história que merece ser assistida e discutida.


Hannah Baker (Katherine Langford) tinha apenas 17 anos quando cometeu suicídio, após duas semanas Clay Jensen (Dylan Minnette) recebe em sua casa 7 fitas cassetes deixada por Hannah, essas fitas contém os 13 motivos ou melhor as 13 pessoas que de alguma forma tiveram envolvimento na decisão de Hannah cometer o ato do suicídio.
Clay sempre foi apaixonado por Hannah mas nunca conseguiu deixar isso muito claro, a primeira pergunta que fazemos e como Clay um cara que parece tão bacana está envolvido no suicídio da Hannah, afinal ele recebeu as fitas então ele também é um dos 13 porquês.

Treze temas abordados em 13 Reasons Why:

- Relação educadores, a maioria das cenas acontecem no ambiente escolar Hannah mostra indícios seja por um poema ou por uma conversa que sua vida não está como ela gostaria. Temos que ter noção do papel dos professores e da escola e como podem fazer a diferença na vida de um jovem.

- Relação pais e filhos, sabemos que nenhum filho nasce com manual de instrução e que na maioria da vezes os pais acham que estão agindo de forma correta quando não estão, nessa série temos pais que passam a mão na cabeça do seu filho, pais que acham que dinheiro resolvem tudo, uma mãe drogada que a cada semana tem um namorado novo, ou seja, sabemos que ter uma família estruturada faz toda diferença na vida de um jovem, e os diálogos são fundamentais nessa relação.

- Depressão, acredito que no decorrer dos anos mais informações foram surgindo e a maioria das pessoas já sabem que depressão não é frescura e sim uma doença que precisa ser tratada.

- Machismo, cada ano que passa as mulheres ganham mais espaço na sociedade e mostram que são capazes assim como os homens, mas nós sabemos que essa diferença ainda existe e em uma ambiente escolar isso não é diferente.

- Assédio moral, é "incrível" como cada um pode falar o que quiser, e se você é o alvo desse assédio problema é seu, as pessoas não se importa como aquela exposição e humilhação afeta a vida do outro; mostra como falta empatia nas pessoas. Em todos os episódios existe alguma cena que o assédio moral é introduzido e o pior isso já faz parte da vida daqueles alunos.

- Assédio físico, essa série nos mostra como alguns garotos acham o ato de passar a mão nas meninas normal, afinal elas são fáceis, afinal a reputação delas não são boa, afinal elas já fizeram isso com fulano. Percebemos como a autoestima de uma garota pode ficar abalada após essas agressões.

- Adolescência, de oitenta a noventa por cento do elenco dessa série são jovens, é uma série teen e nos mostra como é difícil esse período de formação, como algumas escolhas erradas podem afetar uma vida inteira.

- Alcoolismo, acompanhamos como os jovens estão cada vez mais inserido nesse mundo do álcool, quando está alegre uma garrafa para diversão, quando está na bad uma garrafa para consolar.

- Drogas, como todos falam é apenas um cigarro ou uma farinha, é apenas para curtir, apenas para relaxar, quando eu quiser eu não fumo mais. Mostra como os jovens estão cada vez mais tendo acesso as essas drogas ilícitas.

- Homofobia, na teoria sabemos como as pessoas super aceitam as diversidades, porém essa série nos mostra que na prática e totalmente diferente, pessoas que convivem diariamente com isso que deveria ter uma mente aberta e se aceitar mais fácil; não estão preparadas para isso.

- Cyberbullyng,  é um tipo de violência praticada contra alguém através da internet ou de outras tecnologias relacionadas. Praticar cyberbullying significa usar o espaço virtual para intimidar e hostilizar uma pessoa (colega de escola, professores, ou mesmo desconhecidos), difamando, insultando ou atacando covardemente. Fonte. O primeiro episódio traz como tema esse tipo de bullying é dessa forma que começa os 13 porquês.

- Estupro, esses episódios sim no plural foram os mais difíceis para eu assistir, e mostrado claramente como tudo aconteceu e como a pessoa que cometeu "se acha" no direito de cometer aqueles atos.

- Suicídio, ao final dos treze episódios entendemos os reais motivos que levaram Hannah cometer suicídio, acho que um dos grandes aprendizados que fica após essa série e que às vezes o que não é relevante ou significativo para uma pessoa e extremamente devastador para outra pessoa, precisamos ter mais empatia sim, precisamos colocar-se no lugar do outro, podemos sim fazer diferença na vida de uma pessoa e quem sabe ajudar a superar momentos difíceis.

Como vocês perceberam são temas fortes e pesados reunidos em uma única série, a Netflix não teve medo de apresentar de forma realista, essa série é um tapa na cara da sociedade, um soco no estômago, mas afirmo novamente totalmente necessário. Caso não começou assistir ainda (acho difícil) de uma chance para essa série e tire as próprias conclusões.

Anna e o beijo francês, Stephanie Perkins


01/04/2017
Brubs.

Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto — que tem namorada. Ele e Anna se tornam amigos próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?
Se você me pedir para te beijar, eu te beijo - ele diz.
- Por causa de você. Vou estar a vinte minutos de trem da sua escola e vou viajar toda noite para vê-la. Eu viajaria dez vezes a distância só para estar com você toda noite.
Essa resenha foi postada no meu antigo blog, Livros de cabeceira, fiz uma nova edição para trazer novamente o que a leitura desse livro me trouxe. Brubs.

O livro nos narra a história de Anna Oliphant que não está nada satisfeita de deixar seus amigos, seu emprego, seu “ficante” e sua vida em Atlanta para ir estudar em um colégio interno em Paris, só porque seu pai um famoso escritor norte-americano quer. Mas, ao chegar em Paris ela se vê sozinha, Anna tem uma síndrome nervosa. Sua vizinha de quarto, Meridith à tira dessa possível depressão e é através de Meridith que Anna conhece Étienne St Clair, um rapaz lindo, charmoso, inteligente “Ah! St Clair” também é cachorro, sem vergonha!! Aaaaaah St Clair <3

Logo de cara St Clair e Anna se dão bem, porém, o coraçãozinho de Anna começa a bater mais forte. E será que devido algumas circunstâncias Anna e St Clair ficarão juntos?

Não entendia a fascinação do povo com esse livro, mas foi só ler para entender. Anna e o Beijo francês é aquele livro fofo, que faz “nós meninas tontas” suspirar e sorrir sozinhas. 

É aquele livro que nos faz sonhar em querer ser a Anna ou até mesmo esbarrar com um St Clair na esquina de casa. E isso não foi diferente comigo, suspirei e ri muito com as trapalhadas dos personagens e hoje tudo o que eu vejo sobre Anna e o Beijo Francês se resumi em : Owwwwn *-*!!!

Amei Anna e se tornou favorito. Poooooorém, achei que Perkins enrolou muito, fez drama demais, criou obstáculos. Mas no fim, foi extremamente feliz e atingiu a minha expectativa.

Outra coisa que Perkins citou e que eu gostei bastante, foi o valor da amizade. Ela deixou bem claro que nenhum amor/relacionamento abala uma amizade, muito menos uma distância, vai da pessoa conseguir equilibrar tudo. E que amizade verdadeira é aquela que está com você nos piores e nos loucos momentos. E como diz minha Vó (in memorian): O amor mais puro e verdadeiro vem da amizade.

Não posso esquecer que Perkins nos presentou com o clima, com monumentos, com a culinária parisiense. Me senti em Paris e realmente esse é o país do romance. Já queria conhecer, agora que li Anna, só aumentou. 

Observações sobre o autor/livro:

Stephanie Perkins sempre trabalhou com livros, primeiro como vendedora, depois como bibliotecária e agora como romancista. Adora café moca, contos de fadas, música alta, caminhadas na vizinhança, chá de jasmim e tirar sonecas à tarde. E beijar. Stephanie e seu marido moram nas montanhas do norte da Califórnia. Anna e o beijo francês foi publicado no Brasil pela Editora Nova Conceito com um total de 288 páginas. Classificação 5/5 Favorito

Parceria Bárbara Machado


27/03/2017
Aline Nascimento

Sim galera, estou aqui mais uma vez para falar de mais uma parceria que o blog Divagando Palavras conquistou, dessa vez é com autora Bárbara Machado autora do livro Antes de Casar, apesar de o blog está caminhando para o lado certo e conquistando algumas parcerias cada parceria é única e especial, mostra que quando fazemos algo com amor tudo vale a pena. Bárbara mais uma vez agradeço a oportunidade de apresentar para meus leitores mais literatura nacional, e leitores espero de coração que vocês aproveitem e curtam essa parceria!

Bárbara Machado, autora do livro Antes de Casar nasceu em 1989 em Vitória/ES, publicitária formada pela Universidade Federal do Espírito Santo atua na área de comunicação e marketing há dez anos.
O livro Antes de Casar foi escrito entre os anos de 2013 e 2015 contou com quatro leitores-beta com perfis e faixas etárias diferentes. Catarina foi aprovada por uma grande editora nacional porém devido um obstáculo (financeiro) o livro não foi publicado pela editora, mas foi lançado como obra independente. Em abril de 2016 o livro teve seu grande lançamento superando expectativas e vendendo o dobro do que é vendido em lançamentos locais. O lançamento ocorreu em Vitória cidade da autora. Dois meses após Antes de Casar já estava disponível para ser vendido pela internet para todo o Brasil. 



Sinopse: Catarina era uma jovem mulher que tinha tudo planejado: o casamento perfeito, o homem ideal, finalmente a vida adulta e independente que tanto almejava. Até que, de um dia para o outro, tudo muda: o casamento não passa de um sonho, o príncipe vira sapo e a brutalidade da vida adulta se mostra bem diante de seus olhos. De volta ao mundo dos solteiros, Catarina se redescobre como indivíduo e percebe que, a não ser que se torne tão desapegada quanto os homens que passam por sua vida, seu coração continuará sendo partido. Mas será que suas aventuras entre mesas de bar e festas agitadas podem substituir o antigo sonho de um final feliz? Entre altos e baixos que fazem parte da transição da juventude para a vida adulta, Catarina vai aprender que o amor não é bem como ela imaginava.

Redes sociais:
www.instagram.com/barbaramachad0
www.facebook.com/barbaramachad0
www.skoob.com.br/antes-de-casar-582225ed583744.html
www.goodreads.com/book/show/32997581-antes-de-casar
twitter.com/Catarina_adc

Loja virtual - Comprar Antes de Casar
barbaramachad0.lojaintegrada.com.br

Resenha + Sorteio: Simplesmente Amor, Helena Andrade


22/03/2017
Aline Nascimento


Imagine encontrar o amor verdadeiro, vivenciá-lo em sua plenitude e depois perdê-lo nas entranhas da mente. 
Ao realizar uma viagem de férias à Europa, Alícia vive momentos que não só podem mudar seu futuro, mas também lhe trazem revelações do passado. Quando retorna ao Brasil, um acidente a coloca entre a vida e a morte, tendo como consequência a perda das lembranças. Sem consciência de suas experiências, ela retoma sua vida, casa com o antigo namorado e deixa o acaso conduzi-la. Porém seu corpo começa a mostrar-lhe que existem mistérios por trás da amnésia, algo tão profundo que nem mesmo a perda da memória foi capaz de apagar.
Ao fazermos amor, tentei me envolver, relaxar, mas foi e vão. O ato foi desprovido de emoção. Nesta noite, descobri que meu corpo também estava anestesiado, tal qual minha mente parecia estar.
Tinha que admitir que algumas escolhas, por mais corretas que pudessem parecer, nem sempre nos levavam ao melhor caminho. 
Após terminar um relacionamento Alícia embarca para sua tão sonhada férias à Europa, após um período ela volta ao Brasil, sua cunhada e confidente Milena fica encarregada de buscar ela no aeroporto, assim que Alícia chega no aeroporto Milena percebe que a cunhada está guardando alguns segredos, ao questionar Alícia conta que prefere chegar em casa para assim lhe contar tudo que aconteceu durante esse período na Europa, porém ao voltar Alícia e Milena sofre um grave acidente, Milena teve ferimentos leves, mas Alícia após permanecer vários dias desacordada em um hospital acorda com uma sequela; suas lembranças do último ano não existe mais. Tudo que ela recorda é o que aconteceu até o último natal.

Após sua recuperação Alícia resolve prosseguir com sua vida, ela então aceita se casar com seu namorado Caio, afinal ela não se lembra de terminar o relacionamento antes da viagem e ele esteve sempre do seu lado durante o período que passou no hospital, seu pai e sua cunhada não concordam muito com a ideia, mas eles aceitam a decisão de Alícia. Alícia tem um marido, um filho, uma casa porém ela sempre sentiu que algo não estava completo, e que ela e Caio não tem mais afinidade e cumplicidade que um casal precisa. Ela decide terminar seu casamento e começar uma nova vida ao lado de Enzo seu filho que tem um pouco mais de um ano. 

Um bilhete, um desenho e um telefonema deixam pistas que algo muito importante deve ter acontecido durante suas férias em Londres, mas Alícia nunca tentou saber de verdade o que aconteceu durante esse período. Um encontro com Miguel um arquiteto brasileiro mas que mora e trabalha em Londres poderá despertar vários sentimentos adormecidos e talvez trazer lembranças apagadas da memória de Alícia, ou quem sabe criar lembranças melhores ainda.

Alícia é um personagem forte, mesmo tendo tomado decisões erradas ela não abaixa a cabeça para as dificuldades da vida, ela nunca deixou que sua carreira de advogada atrapalhasse seu lado mãe; Helena nos apresenta um romance de leitura leve e fluída, mas com temas fortes e algumas reviravoltas. Os personagens secundários (família da Alícia) fazem toda diferença durante o percusso dessa história. Para quem gosta de romance fica minha indicação para essa literatura nacional.

Observações sobre o autor/livro:

Helena Andrade reside com o marido e o três filhos na região de Campinas/SP, estudiosa das técnicas de escrita, vê na literatura uma possibilidade de aflorar sonhos. Sua primeira obra intitulada Despertar, conquistou os leitores.  Organizadora da antologia Encontros e Desencontros, com outras seis autoras, deixando sua marca na obra com o conto Moinho de Vento. Também é gestora pública e professora de Yoga, atividades que nutrem seu dia a sia com a autopercepção e atenção plena. Simplesmente Amor  foi publicado pela editora Ler Editorial em 2016, com 215 páginas. Classificação 4/5.

Onde comprar: Ler editorial - Saraiva - Buscapé - Ebook

Sorteio: Em parceria com o blog a autora Helena Andrade, disponibilizou um exemplar para sorteio que será enviado autografado direto para o ganhador pela autora, a promoção começa hoje dia 22/03/2017 e será encerrada dia 15/04/2017 (domingo), para concorrer é obrigatório seguir a fanpage do blog e a página da escritora Helena Andrade, mas você pode aumentar suas chances através das chances extras; boa sorte!